A identidade negra de Machado de Assis e a presença em sua obra

A identidade negra de Machado de Assis e a presença em sua obra

Machado de Assis, ou simplesmente Machado, foi o fundador e primeiro presidente da Academia Brasileira de letras. Foi romancista, poeta, dramaturgo e escritor de contos. Nascido filho de um pintor mulato e de uma lavadora Portuguesa Açoriana, Machado representa hoje uma questão complexa e desajeitada para brasileiros e Afro-brasileiros. Como nos referimos a Machado? Ele era um grande escritor Negro? O maior escritor brasileiro? O maior escritor Negro Brasileiro? O maior escritor da língua portuguesa que também era negro e brasileiro? Sim, embora esse traço de sua identidade tenha sido escondida na lista de obras Machado de Assis.

Todo grupo marginalizado e oprimido quer construir e entrar em seu panteão de grandeza no registro dos tesouros nacionais. Negros e Afro-brasileiros não são diferentes nesse sentido. No entanto, quando o país é considerado como sendo 50-80%” negro ” (dependendo de quem está contando e como), lar da maior população negra fora do continente Africano, e lar da segunda maior população negra do mundo, como falamos de grandeza Negra,..ou é antes, Grande Escuridão? Em um país que é a maioria negra em números, grandeza, então, provavelmente seria preto! Será Que a Nigéria (o único país do planeta com uma população negra maior) tem grandes escritores negros, ou apenas grandes escritores?

Mas, claro, o Brasil não é a Nigéria. A história brasileira de negação, violência e abuso de sua população africana e Afro-descendente por uma elite europeia branca continua até hoje e, por isso, devemos chamar Machado de negro, escritor negro brasileiro e entender as implicações de saber que um dos maiores escritores da história da língua portuguesa era negro e brasileiro.

Machado nasceu na Ladeira do Livramento e assim o próprio Valongo Warf e os mercados de escravos circundantes faziam muito parte de sua paisagem de infância. Seu extenso conhecimento de antiguidades, a Bíblia e as culturas e religiões tradicionais africanas permitiram-lhe tecer um registro complexo e imaculado do rio colonial de Janeiro, ao mesmo tempo que introduziu novos estilos narrativos e estruturas literárias que continuam a impactar e informar a produção literária da língua portuguesa nos dias de hoje.

Curiosidades sobre Machado de Assis

Acha que isso é tudo? Não! Aqui está uma informação que provavelmente não sabia sobre ele.:

  • Machado foi responsável por uma das primeiras traduções do Conto De Edgar Allan Poe, O Corvo .
    Seus vizinhos lhe deram um apelido de Bruxo do Cosme Velho, porque ele queimava cartas em um caldeirão em sua casa localizada na Rua Cosme Velho.
  • Machado escreveu nove textos teatrais e foi crítico de Artes Teatrais desde os 21 anos de idade.
  • Ele também trabalhou como jornalista, e no início da adolescência ele vendeu doces feitos por sua madrasta e sapatos engraxados.
    Em 1888, o então Imperador Dom Pedro 2º concedeu-lhe a ordem da Rosa e meses depois foi nomeado para fazer parte da Secretaria da Agricultura.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *